Nelson Queiroz Tanure
CEO da PetroRio

PetroRio

PetroRio ingressa no pré-sal a partir da aquisição do Campo de Frade

26 de março de 2019

Nelson Queiroz Tanure cita transação que possibilita explorar prospectos em uma campanha de perfuração já planejada para 2020
Nelson Queiroz Tanure cita transação que possibilita explorar prospectos em uma campanha de perfuração já planejada para 2020

A PetroRio concluiu nesta segunda-feira (25) a transação de compra da fatia do Campo de Frade correspondente a 51,74% da concessão, antes operada pela Chevron. A aquisição foi realizada em janeiro deste ano e o processo foi finalizado agora, logo após cumprimento das condições precedentes e aprovações necessárias.

O negócio inaugura a participação da PetroRio no pré-sal brasileiro por meio da possibilidade de explorar prospectos em uma campanha de perfuração já planejada para 2020. Esses prospectos são análogos à descoberta no Campo de Roncador, com profundidade de 4500 metros.

A transação também representa mais uma etapa de sucesso na execução da estratégia de crescimento da companhia, focada no desenvolvimento de campos maduros já em produção. Com o aquisição, a produção da PetroRio passa a ser incrementada em 11 mil barris por dia. Já as reservas 2P subiram para 43 milhões de barris de óleo equivalente.

A PetroRio estima que a aquisição poderá proporcionar reduções significativas de custos por meio das sinergias operacionais terrestres, aéreas e marinhas e pretende elaborar um plano de redesenvolvimento para o Campo de Frade, o que deverá incluir campanhas de perfuração e de injeções de água, a serem definidas com auxílio das equipes de Geologia, Engenharia de Poços e de Reservatórios da Companhia.

“Esperamos replicar o êxito obtido no Campo de Polvo também em Frade, aumentando a vida útil do Campo em mais de 10 anos. Para isso, vamos adotar nosso método diferenciado de gestão, que presa pela eficiência, redução de custos, disciplina financeira e meritocracia”, disse Nelson Queiroz Tanure, CEO da PetroRio.

Além de Frade, a transação inclui a participação e operação de 50% no bloco de águas profundas CE-M715, uma nova fronteira com potencial petrolífero com investimentos anunciados por players internacionais com participações em blocos da região.

A PetroRio informa ainda que manterá o mercado atualizado sobre a participação remanescente da Frade Japão (18,26%), que ainda aguarda condições precedentes e aprovações internas e externas para s sua conclusão.

Fonte: PetroRio Tags relacionadas: brasil,ativos,economia,petroleo,petrorio,nelson tanure,nelson queiroz tanure,petrorio brasil